Local

Ex-presidente da JP diz que CDS é um partido sem futuro

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

 

Emanuel Almeida, ex-presidente da Juventude Popular e militante do CDS/PP de Santa Maria da Feira
vem a terreiro pôr o dedo na ferida e “desmascarar o clima de harmonia” que aparentemente é vivido
no CDS de Santa Maria da Feira. Garante que dá a cara por muitas vozes que partilham da sua opinião,
mas que estão, por enquanto, no silêncio. O ex-presidente da Juventude Popular acusa a Comissão
Política Concelhia do CDS de estar a afastar um quadro “muito válido do partido” e de estar a angariar uma militância que “é nula”. Por isso, já foram vários os ‘históricos’ do CDS que pediram a sua demissão, por discordarem da estratégia seguida pelo líder concelhio. Manuel Almeida, de Gião, e Válter
Amorim, eleito da Assembleia Municipal de Santa Maria da Feira, pelo CDS, são alguns dos exemplos
de militantes que, recentemente, pediram a demissão dos seus cargos na estrutura partidária. Ângelo
Santos, presidente da Comissão Política Concelhia, não treme na resposta e recomenda “às duas ou três pessoas” que discordam da actual liderança do partido que apresentem uma lista nas próximas
eleições internas do partido.