Música

“Quem Canta seus males espanta”

 | 
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

O “Terras Notícias” foi conhecer o backstage do IX Festival da Canção Intermunicipal da AMAR. São 12 finalistas a interpretar temas conhecidos numa batalha amigável onde a ideia é “vencer os seus medos e realizar mais uma conquista”. Vá conhecê-los e aplaudi-los no Cineteatro, porque eles já estão ansiosos à sua espera…

A Academia de Música e Artes de Rio Meão (AMAR) criou o Festival há nove anos, e o interesse e qualidade dos jovens cantores fez o Festival crescer. Mário Jorge Brito, responsável da AMAR, conta que o festival “começou por ser um evento criado e desenvolvido apenas em Rio Meão, para alunos e população em geral, no qual a final acontecia no palco existente no largo de Santo António. Devido à afluência de concorrentes de concelhos vizinhos, ao longo das edições, surgiu então a ideia de levar o evento além “fronteiras”. Com a formação de parcerias seria possível angariar mais concorrentes e dar a conhecer o concurso numa área geográfica mais abrangente”. O dirigente associativo de Rio Meão defende que “cantar traz benefícios incríveis na saúde física e mental. E as crianças e jovens adoram fazê-lo. Este evento proporciona uma excelente experiência aos concorrentes que gostam de cantar. Para além disso, permite o desenvolvimento de capacidades tais como a originalidade, a criatividade, a dinâmica em palco, a interpretação e a improvisação, fundamentais para quem gosta do mundo do espetáculo” e lembra que ““Quem canta, seus males espanta”.